[an error occurred while processing this directive]
[an error occurred while processing this directive]

Cozinhar / I-talia.com [an error occurred while processing this directive]

Por Daniel Domeneghetti

Uma receita com o ingrediente,
provada em um vilarejo próximo à Verona, inspirou nosso colunista a criar uma receita deliciosa. Confira!

Pancetta é aquele tipo de coisa que não dá pra confundir. É Itália demais.

Diz a lenda que pancetta é bacon de italiano. Não é. Pancetta é, para mim, talvez um dos mais saborosos adornos para as massas, o suprasumo do toucinho. Seu talento é o sabor levemente picante, mas muito suave ao mesmo tempo. A boa pancetta é básica, quase que adocicada, bem menos salgada que o presunto cru (prosciutto crudo) ou o salame.

A boa pancetta — como uma muito especial que vi ser quase que artesanalmente fabricada na Itália em um vilarejo a cerca de 30 km de Verona, no Norte da Itália — é feita a partir da remoção de toda a carcaça da peça do porco, criado solto, e da posterior condimentação da carne concentrada com sal, pimenta-do-reino branca e iguarias como canela, cravo, noz-moscada, nozes, pimenta calabresa, louro, zimbro, aipo, cascas de laranja e limão e mostarda, dentre outros. É, então, curada — e não defumada —- por quase 15 dias e então enrolada em um formato similar ao do salame.

Nessa fazenda tive a oportunidade de comer um prato sensacional — linguine con pancetta i cipolle dolci (linguine com pancetta e cebolas caramelizadas). Esse nirvana me levou a criar uma receita que considero simples e forte, porém sublime.

Receita: Bucatini Vento di Verona

Participe!!!!

Experimente a receita... e me diga o que acha. Mande a sua receita, informações sobre a Itália, colabore comigo...




Daniel Domeneghetti é colecionador de música e gourmet nas horas vagas
e-mail:
daniel@basilico.com.br
Veja também
6 MIL ANOS DE VIRGINDADE. EXTRA! 03/10/2002
BASILICO, NO MEU DNA 04/07/2002

Publicado em: 20/12/02




 

[an error occurred while processing this directive]