/ Comer
Rota da feijoada
Publicado em 18/11/2009 14:26:13

Para celebrar o Dia da Consciência Negra, o Basilico listou um roteiro com os melhores restaurantes e bares de São Paulo para degustar uma feijoada de qualidade. A listta foi feita pelo crítico Josimar Melo, curador do concurso da melhor feijoada da cidade promovido pela cachaça Fulô.


Antiquarius
Considerado pela crítica um dos melhores restaurantes do Brasil, o tradicional e elegante Antiquarius é um baluarte da boa cozinha portuguesa. Mas não deixa de flertar com a mesa brasileira, ao servir todo sábado no almoço uma lauta feijoada. Ela é composta por carne-seca, língua fresca e defumada, costela defumada, paio e linguiça calabresa. As carnes são cozidas no feijão, com exceção da costela de javali fresca, cozida à parte e depois frita. Isso tudo é trazido à mesa numa cumbuca que pode ser repetida à vontade, acompanhada de várias guarnições – como couve, farofa, laranja, arroz branco, torresmo e caldinho de feijão.

Alameda Lorena, 1884, Jardim Paulista. Tel. 3082-3015.
Feijoada: sábado (almoço)



Baby Beef Rubaiyat
Churrascaria tradicional de São Paulo, a Baby Beef Rubaiyat é famosa não por só por seus grelhados, mas também por sua feijoada, servida nos almoços toda quarta-feira e sábado. São dias concorridos, em que enorme número de clientes se perfila diante de um extenso bufê. As carnes que compõem a feijoada – como carne-seca e lombo defumados, linguiça, paio, rabo, orelha, língua e costela defumada – são cozidas no feijão e depois cortadas e separadas em diferentes panelas de ferro. É o mesmo sistema de outro restaurante da rede, A Figueira Rubaiyat, que também apresente enorme número de guarnições: além das tradicionais (como couve e farofa, laranja e arroz), há itens como carne-seca desfiada com cebola, leitão à pururuca e javali cozido.

Al. Santos, 86, Paraíso, tel. 3170 5100. E Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2954. Tel. 3165-8888.
Feijoada: quarta-feira e sábado (almoço)


Beth Cozinha de Estar
Um restaurante que abre somente no almoço e oferece um bufê variado de pratos caprichados, servidos pessoalmente pela chef e proprietária: assim é o Beth Cozinha de Estar, um local onde pratos leves e triviais ladeiam ofertas mais densas como a feijoada de todas as quartas e sábados. O feijão é cozido junto com todas as carnes a que tem direito – como carne-seca salgada, língua, linguiças calabresa e portuguesa, costela salgada, paio, lombo defumado, além de orelha, pé e rabo de porco. A casa serve ainda guarnições como couve, farofa, laranja, arroz branco, torresmo, caldinho de feijão, banana à milanesa, mandioca, bolinho de arroz e um belo pernil assado. Ao mesmo tempo, o bufê é completado por saladas e até grelhados e massas.

 

Beth Cozinha de Estar


R. Pedroso Alvarenga, 1061, Itaim Bibi, tel. 3073 0354.
Feijoada: quarta-feira e sábado


Bolinha
Mais tradicional impossível. O restaurante Bolinha existe há exatos 62 anos, sempre instalado no mesmo ponto do Jardim Europa onde no início existia apenas a várzea quase desocupada do rio Pinheiros. O carro-chefe do restaurante é a feijoada, servida religiosamente todos os dias, no almoço e no jantar. O prato é trazido à mesa, em cumbucas fumegantes, contendo o feijão e as carnes que foram cozidas junto com ele – como carne-seca salgada, língua defumada, costela, paio, lombo defumado, orelha, pé e rabo. Com elas vêm os acompanhamentos – couve, farofa, farinha, laranja, arroz branco, torresmo, bacon frito e batida de cachaça com limão.

 

Feijoada Bolinha


Av. Cidade Jardim, 53, Jardim Europa, tel. 3061 2010.
Feijoada: Diariamente (almoço e jantar). Mulheres não pagam a partir das 19h.


Consulado Mineiro
Minas Gerais é tutu, é leitão pururuca, é angu e couve – mas é também feijoada. Sendo assim, o restaurante Consulado Mineiro não poderia deixar de contemplar esta iguaria; e não somente às quartas e sábados, como é hábito, mas em todos os dias da semana. Com exceção das segundas-feiras, quando a casa fecha, o Consulado serve a feijoada sempre, no almoço e no jantar, em seus dois endereços. Pode ser completa ou mais contida, sem pé, rabo, orelha e língua de porco. Nas duas versões as carnes são cozidas junto com o feijão, e servidas com farofa, couve, torresmo, laranja e molho de pimenta.

Praça Benedito Calixto , 74, Pinheiros, tel. 3064-3882

Dinho’s
Com meio século de vida, o Dinho’s é uma das churrascarias mais tradicionais de São Paulo. Mas além das carnes, é também a pioneira em servir feijoada sob a forma de um grande bufê, o que se tornou uma de suas mais conhecidas iguarias. Seu feijão é cozido junto com variadas carnes, como carne-seca salgada, língua fresca, costela, paio, linguiça portuguesa, pé, rabo e orelha de porco. Antes de serem servidas, as carnes imersas num caldo grosso de feijão são levadas ao forno em panelas de barro. No bufê, são acompanhadas por grande número de guarnições, como couve frita e refogada, farofa, laranja, mexerica, arroz branco, carne-seca desfiada com tomate e cebola, abacaxi ao forno, mandioca frita, costelinha suína e bisteca grelhadas na hora, além de costela suína marinada e assada, linguiça e 10 tipos de pimenta.

Dinhos


Al. Santos, 45, Paraíso, tel. 3016 5333
Feijoada: quarta-feira e sábado (almoço)


Feijoada da Bia
Há quatro anos o imóvel que era, e ainda é, a sede do bufê da banqueteira Bia Braga passou a ocupar uma outra função paralela. Aos sábados sua varanda e salão se transformam em restaurante, dedicado à feijoada que dá nome à casa: Feijoada da Bia. O prato é servido à mesa, e se compõe de uma cumbuca de feijão e outra travessa de carnes, que foram cozidas neste mesmo feijão – como dois tipos de carne-seca salgada, linguiça portuguesa, linguiça toscana, paio, toicinho defumado, orelha, pé e rabo. Para acompanhar, há uma fartura de guarnições, como couve, farofa, laranja, arroz branco, torresmo pururuca, caldinho de feijão com e sem vinagrete, abóbora refogada, mandioca frita e vários tipos de pimenta. Tudo isso ao som de chorinho tocado ao vivo.

R. Lopes Chaves, 105, Barra Funda, tel.  3663 0433
Feijoada: sábado (almoço)


Feijoada da Lana
O que começou com o simples hábito de oferecer feijoada para os amigos transformou-se num negócio, com a abertura daquele se tornou um dos restaurantes mais típicos da Vila Madalena: Feijoada da Lana. Aberta há 12 anos, a casa franqueou ao público em geral o prato que a jornalista Lana preparava em casa para uma legião de convidados aficionados, e que agora podem desfrutá-la em qualquer dia da semana, sempre no almoço. A feijoada da Lana é preparada com carnes cozidas no feijão e depois picadas e separadas para servir em sistema de bufê. Tem carne-seca salgada, língua, linguiças calabresa e portuguesa, costela salgada, paio, lombo, orelha, pé e rabo de porco. As guarnições são couve, farofa, laranja, arroz branco, caldinho de feijão, molho apimentado e mandioca frita. Aos sábados, é reforçada com outras guarnições sobremesas.

R. Aspicuelta, 421, Vila Madalena, tel. 3814 9191.
Feijoada: Diariamente (almoço).


La Tambouille
A cozinha fanco-italiana é a especialidade do La Tambouille , que já completa 38 anos sob o comando de Giancarlo Bolla. Mas uma vez por semana ele complementa suas especialidades com um prato tipicamente nacional – a feijoada, servida todo sábado. É um dia em que o restaurante tem serviço de bufê, mas com um diferencial: o cliente escolhe os itens da feijoada em uma comanda e o garçom os traz à mesa. A feijoada é preparada com as carnes cozidas no feijão (como lombo fresco, paio, linguiça, costela). É apresentada com os pertences separados e guarnições como banana à milanesa, arroz branco ou com pupunha, couve, farofa e uma carne adicional, como o stinco de leitão cozido em baixa temperatura.
 
Avenida 9 de Julho, 5925. Tel. 3079-6277.
Feijoada: sábado (almoço)


Tordesilhas
Um dos templos da melhor cozinha brasileira em São Paulo – já há vinte anos – é o restaurante Tordesilhas. E, sendo essa a sua especialidade, é claro que a feijoada não poderia faltar. Ela é preparada sob a supervisão direta das proprietárias, a chef Mara Salles e sua mãe, e servida no almoço das quartas e sábados. Para o seu preparo, as carnes são cozidas dentro do feijão: carne-seca, costelinha de porco salgada, orelha, paio e linguiça defumada. A feijoada é levada à mesa em várias cumbucas, com guarnições como: caldinho de feijão, pimenta malagueta, linguiça, torresmo, couve, arroz, farofa, laranja e molhinho da feijoada (vinagrete com caldo de feijão).

Rua Bela Cintra, 465, Consolação. Tel. 3107-7444
Feijoada: quarta-feira e sábado



BARES


A Lapinha
Inaugurado há sete anos, o bar A Lapinha procura homenagear outros bares tradicionais da cidade, seja em sua decoração, seja no cardápio. É natural que entre os pratos servidos esteja uma unanimidade dos botecos paulistanos – a feijoada. Servida aos sábados, ela é preparada com uma variedade de carnes que primeiro são escaldadas e depois cozidas junto com o feijão – caso de itens como carne-seca salgada, linguiça calabresa defumada, pernil, paio, orelha, pé e rabo de porco. No bufê, o feijão e as carnes são apresentados em panelas separadas, assim como as guarnições, que incluem couve refogada, farofa com bacon, laranja, arroz branco e torresmo.

R. Coriolano, 336, Lapa, tel. 3672 7191.
Feijoada: sábado (almoço)


Camará

Feijoada, como se sabe, é um prato acompanhado de uma infinidade de guarnições. No caso do Camará,  que faz parte do circuito agitado de bares da Vila Madalena, um dos principais acompanhamentos não vem no prato, mas no palco. Todos os sábados, tem música brasileira interpretada ao vivo, no estilo samba de raiz. A feijoada é preparada com costelinha, lombo e paio, além de carne-seca. Cozidas no feijão, as carnes são servidas com ele numa cumbuca, na mesa, enquanto em outra vêm as guarnições: mandioca frita, farofa, couve, banana à milanesa, laranja picada e duas bistecas grelhadas, além de arroz, caldo de feijão e pimenta.

Rua Luiz Murat, 308, Vila Madalena, tel. 3816.6765
Feijoada: sábado (almoço)


Canto Madalena
Não é de estranhar que o Canto Madalena sirva todos os sábados no almoço uma feijoada. Afinal, o cardápio normal do bar é todo voltado para pratos da cozinha brasileira. A feijoada vem, então, completar este universo. Para preparar o prato, todas as carnes são cozidas no feijão: carne-seca, língua, costela de porco, paio, linguiças calabresa e portuguesa, orelha, pé e rabo. Entre as guarnições está uma couve diferente, que é fervida na água com alho, sal e azeite; além de farofa, laranja, arroz branco, torresmo, banana à milanesa e costela de lombo. Tudo isso é trazido à mesa em cumbucas e travessas.

R. Medeiros de Albuquerque, 471, Vila Madalena, tel. 3813 6814

Feijoada: sábado


Dona Felicidade
Com um nome que homenageia sua proprietária e cozinheira, o bar Dona Felicidade é conhecido por suas carnes na brasa e seu bacalhau, mas também serve em seu enorme salão uma famosa feijoada, sempre no almoço das quartas-feiras e dos sábados. Para o seu preparo algumas carnes são cozidas no próprio feijão –como lombo, costela, orelha, pé e rabo de porco. Outras, como carne-seca, língua, paio e três tipos de linguiça, são cozidas separadamente. O prato vem à mesa em cumbucas – uma das quais com o feijão e as carnes que o cliente escolher. As guarnições incluem arroz, farofa, torresmo, couve, laranja e uma bisteca grelhada na brasa.

 

Dona Felicidade


R. Tito, 21, Vila Romana, tel. 3864 3866.
Feijoada: quarta-feira e sábado (almoço)


Filial
Há nove anos o bar Filial é um dos mais movimentados da Vila Madalena, reunindo grande número de clientes, principalmente à noite, em torno de suas cachaças, pratos de mãe e as conhecidas espetadas. Mas no almoço dos sábados quem impera é mesmo a feijoada. Ela é composta de carnes variadas, como carne-seca salgada, língua, costela, paio, lombo, pé, rabo e linguiça calabresa, todos cozidos junto com o feijão. Como entrada, mini bolinhos de arroz e linguicinhas. E para acompanhar, guarnições como couve, laranja, arroz branco, torresmo, mandioca e bisteca de porco frita. A feijoada é trazida à mesa, em cumbucas, e pode ser repetida à vontade.

R. Fidalga, 254, Vila Madalena, tel. 3813 9226.
Feijoada: sábado


Genuíno
Instalado num antigo sobrado no bairro da Vila Mariana, com mesas numa gostosa área aberta e arborizada, o bar Genuíno serve um cardápio de aperitivos e sanduíches que, no almoço de sábado, ganha o reforço da tradicional feijoada. Ao som de chorinho ao vivo o prato é servido num bufê, com todos os ingredientes separados. As carnes são cozidas junto com o feijão – carne-seca, costelinha de porco defumada, paio, lombo defumado, orelha, pé e rabo; elas são acompanhadas por guarnições como couve mineira, farofa, torresmo, mandioca frita, bisteca de porco, caldinho de feijão e ainda um leitão à pururuca. Inclui sobremesas caseiras e frutas da época .

R. Joaquim Távora, 1.217 - Vila Mariana - Sul. Telefone: 5083-4040
Feijoada: sábado (almoço)


Pé pra Fora
Poucos bares da cidade têm a longevidade do prosaico Pé pra Fora, fundado há mais de 40 anos na Pompéia. Suas mesas na calçada são disputadas por freqüentadores assíduos, que se deleitam com seus petiscos, mas jamais rejeitam a sugestão do dia do almoço das quartas-feiras e dos sábados: a feijoada. Ali o prato aparece em duas versões – a normal e a magra. A diferença entre elas é que a normal leva carne-seca salgada, costelinha de porco, paio, lombo e também orelha, pé e rabo de porco. Já a chamada feijoada magra só leva carne-seca, lombo, costelinha e paio. As duas versões ganham guarnições como couve, farofa, laranja, arroz branco, torresmo e bisteca do porco, tudo servido em cumbucas levadas à mesa.

Av. Pompeia, 2.517, Pompéia, tel. 3672-4154
Feijoada: quarta-feira e sábado (almoço)



Pirajá

Procurando trazer para São Paulo um estilo carioca de boteco, o bar Pirajá completou dez anos de sucesso com seus petiscos e seu chope. Mas às quartas-feiras e aos sábados, no horário do almoço, o que conta mesmo é a feijoada. A receita é da Tia Surica, pastora da Portela. A base é um feijão cozido com carnes, como a carne-seca salgada, o paio e o lombo de porco, que vem à mesa numa panelinha de ferro. Além disso, fazem parte do prato itens como linguiça, torresmo, farofa, arroz branco, couve e laranja. Aos sábados, se acrescenta bisteca às guarnições.

Feijoada Pirajá


Av. Brigadeiro Faria Lima, 64, Pinheiros, tel. 3815 6881.
Feijoada: quarta-feira e sábado (almoço).


Valadares
Do alto de seus 36 anos de vida, o tradicional bar Valadares se tornou conhecido pela variedade de seus petiscos, que incluem itens como rã e testículos de boi. Mas nem por isso deixa de ter uma boa clientela que procura a casa nos almoços de quartas-feiras e sábados em busca de sua feijoada. Ela é servida em cumbucas levadas à mesa para os clientes, contendo o feijão e carnes como carne-seca salgada, paio, lombo defumado, orelha, pé e joelho de porco. Para acompanhar, couve mineira, farofa, laranja, arroz branco, torresmo e bacon frito.


R. Faustolo, 463, Lapa, tel. 3862-6167
Feijoada: quarta-feira e sábado (almoço).


Veloso
Homenageando o famoso botequim homônimo do Rio de Janeiro, com poucos anos de vida o bar Veloso já tem uma clientela fiel, atraída principalmente pelas caipirinhas da casa e pelos petiscos, entre os quais sua famosa coxinha de frango. Eles só são colocados um pouco de lado nas tardes de sábado, quando a casa serve sua feijoada. Para prepará-la o feijão é cozido junto com carnes como carne-seca salgada, costela de porco, paio, lombo defumado, pé e rabo de porco, além de uma linguiça especial. O prato vai à mesa em cumbucas com o feijão e as carnes, além das guarnições, como couve, farofa, laranja, arroz branco, bisteca de porco, molhinho de pimenta e torresmo.

 

Feijoada Veloso


R. Conceição Veloso, 56, Vila Mariana, tel. 5572-0254.
Feijoada: sábado




 

Escreva para redacao@basilico.com.br

Veja outras notícias do Basílico

BasilicoEnvie esta notícia | Basilico Versão para impressora

Compartilhe

Facebook | Twitter | Digg | Del.icio.us | Yahoo! Buzz | Linkedin

Myspace | Reddit

Simple Tabs with CSS & jQuery

Vinhos para os dias mais quentes - Alexandra Corvo

Saiba cada vez qu o Basilico for atualizado assinando o RSS abaixo:

- Notcias - Cozinhar
- Comer - Beber
- Fumar - Viagem
- Cultura - Comprar
- Colunas - Blogs
- Especiais - Guia Josimar
- Mercado - Arquivo
- S.O.S  

* O Rss é uma forma de facilitar o acesso a uma quande quantidade de informações. Assinando um RSS você é avisado cada RSS você é avisado cada vez que o site costuma acessar for atualizado.

Para compartilhar o conteúdo deste site ou mesmo adicionar em seus favoritos, basta utilizar as ferramentas abaixo.


Ainda não possui cadastro?

NOTÍCIAS
Colômbia no prato
Até domingo cevichería paulistana traz especialidades do país
13° Festival Gastronômico de Búzios
Evento noturno acontece até 26 de julho
Semana do queijo mineiro
Aulas e degustações celebram a produção queijeira de Minas
Bailinho à francesa
Nesta sexta, evento comemora Queda da Bastilha em São Paulo
Novidades em rotisserias
Casas paulistanas em Pinheiros, Paraíso e Itaim investem em boas massas
Novo livro de Heloisa Bacellar
Brasil à Mesa traz ótimas receitas para o dia a dia
Mais Lidas
Batidos e incrveis
Milk-shakes tentadores surgem em São Paulo
Colmbia no prato
Até domingo cevichería paulistana traz especialidades do país
13 Festival Gastronmico de Bzios
Evento noturno acontece até 26 de julho
Uma dcada de Piselli
Restaurante italiano festeja com menu especial
Novas brigadeirices
Na colher ou enrolado, casas lançam versões do docinho
Semana do queijo mineiro
Aulas e degustações celebram a produção queijeira de Minas