/ Cozinhar
Bolos caseiros são a nova moda nas docerias da cidade
Publicado em 31/08/2012 10:10:58

Bolo de limão com iogurte, um dos mais pedidos na Bolo à Toa / Imagem: Divulgação
Por Marianne Piemonte

A fórmula parece simples. Ovos, farinha, manteiga, fermento e açúcar. Está aí a receita daqueles bolinhos simples, sequinhos, ideais para acompanhar o café da tarde ou tornar mais gostoso o café da manhã.
 
Bolinho com aquele jeito de "qualquer um sabe bater", sem recheio ou cobertura, são a nova mania na cidade. A moda parece sem sentido até que se prove um pedaço. Fofinho, saboroso e seco (ou molhadinho) na medida, é quase impossível imaginar a cozinha sem um deles. O que talvez explique a multiplicação das lojas de bolos caseiros pela cidade.
 
Com a mesa posta para o lanche da tarde, os irmão Marcelo e Renata Grosso cresceram em Araçatuba, interior de São Paulo. Filhos de mineiros, havia sempre um bolinho “à toa”, “bolo de bolo” na mesa.
Renata Grosso, dona da loja Bolo à Toa/ Imagem: Divulgação 

Há um ano, os dois resolveram resgatar essa memória e abandonaram suas profissões de formação (publicidade e administração de empresas) para abrir a Bolo à Toa. A loja, na Vila Madalena, vende hoje cerca de 300 bolinhos "à toa" por dia.
 
Todos os bolos são simples, sem cobertura ou qualquer confeito. “Acho que as pessoas enjoaram um pouco daqueles doces refinados e cheios de recheios, cremes e caldas”, diz Marcelo. Para ele, essa simplicidade também faz um resgate da cozinha da casa de cada um de nós. É como se fosse um convite para uma pausa no meio do dia. E deve ser mesmo: um dos clientes famosos e assíduos dos bolos é o chef Charlô Whatley.
 
Entre os sabores que fazem mais sucesso estão os de iogurte com limão (R$ 18), o formigueiro (R$ 18) e o de fubá com goiabada (R$ 20).

O segredo, segundo Marcelo, é a maneira artesanal como são feitos. “No de banana, a fruta é amassadinha no garfo, como se fosse feito na cozinha de casa, sem conservantes e emulsificantes”, conta. Por esse motivo, os bolos nunca têm o mesmo peso. Eles variam entre 1 kg e 1,200 kg.
Bolo de fubá com goiabada um dos preferidos para o café da tarde / Imagem: Divulgação
Menos artesanal, mas com o mesmo conceito, nasceu a Casa dos Bolos, em Ribeirão Preto, interior de São Paulo. Na capital, já são três lojas, uma do engenheiro Jorge Muriá.
 
Para ele, o segredo do sucesso são os ingredientes. “No bolo de milho vai milho, no de cenoura vai cenoura, não tem nada de massa pronta”, diz. Só a loja dele, em Pinheiros, vende cerca 400 bolos por dia, com preços que variam entre R$ 9 e R$ 14.
 
Com uma toque um pouco mais gourmet, a doceira Alê Tedesco criou a linha Sweet Home Cakes. Para ela, o tradicional bolo de cenoura ganhou um recheio e cobertura de "nuasella" (uma mistura de baba-de-moça com Nutella). Quem prefere o sequinho, está na linha o Bolo da Vovó (R$ 49,20) preparado com banana e laranja.
Bolo orgânico de maça com castanha-do-Pará e passas da Shanti & Li/ Divulgação- Tadeu Brunelli

Entre os bolos caseiros, outro tema que está em alta são os orgânicos. Na Lutti – O bolo nosso de cada dia, há uma linha com ingredientes sem agrotóxicos e outros aditivos e na Shanti& Li, quase 90% do ingredientes são orgânicos. No bolo de cenoura, por exemplo, apenas o óleo, o fermento em pó e o chocolate meio amargo Callebaut não seguem o rigor. Por isso, ele custa R$ 42,90.
 
Ainda na mesma loja, outras receitas com ingredientes orgânicos que fazem bonito na mesa do café são o bolo cremoso de mandioca com coco (R$ 49,90) e o de maça, castanha-do-Pará e passas (R$ 49,90).

Bolo da Vovó, da Ale Tedesco, feito com laranja e banana (R$  49,20) / Imagem: Divulgação-Mauro Holanda
 Serviço:
Ale Tedesco
Rua Américo Brasiliense, 1.538 – Chácara Santo Antônio
(11) 5184-0844
 
Casa dos Bolos
Rua Dep. Lacerda Franco, 39, Pinheiros
Tel.: (11) 2372 3826
 
Bolo à Toa
Rua Padre Carvalho, 103 – Vila Madalena
Tel.: (11) 2857- 4857
 
Lutti – O Bolo nosso de casa dia
Rua José Jannarelli,409 - Jardim Guedala
Tel.: (11) 2894-4945
 
Santo Bolo
Rua Bruxelas, 64 – Sumaré
Tel.: (11) 3675-1464
 
Shanti & Li
Rua Arthur de Azevedo, 969 - Pinheiros
Tel.: (11) 2478-1405

 

Veja também:

Como transformar o pudim em uma sobremesa gourmet

Massas rápidas que podem ser usadas como opção ao miojo

Wessel ensina como fazer um hambúrguer perfeito

 

 

 

 


 

Escreva para redacao@basilico.com.br

Veja outras notícias do Basílico

BasilicoEnvie esta notícia | Basilico Versão para impressora

Compartilhe

Facebook | Twitter | Digg | Del.icio.us | Yahoo! Buzz | Linkedin

Myspace | Reddit

Simple Tabs with CSS & jQuery

Vinhos para os dias mais quentes - Alexandra Corvo

Saiba cada vez qu o Basilico for atualizado assinando o RSS abaixo:

- Notcias - Cozinhar
- Comer - Beber
- Fumar - Viagem
- Cultura - Comprar
- Colunas - Blogs
- Especiais - Guia Josimar
- Mercado - Arquivo
- S.O.S  

* O Rss é uma forma de facilitar o acesso a uma quande quantidade de informações. Assinando um RSS você é avisado cada RSS você é avisado cada vez que o site costuma acessar for atualizado.

Para compartilhar o conteúdo deste site ou mesmo adicionar em seus favoritos, basta utilizar as ferramentas abaixo.


Ainda não possui cadastro?

NOTÍCIAS
Austrália convida
Para bombar no cenário gastronômico mundial país chama 80 personalidades
Comida é arte
Com cara de esculturas, pratos criados por artista plástica resgatam a história da alimentação no Brasil
Feriado foodie
Com entrada franca, cinco eventos reúnem comidinhas e atrações culturais
Jantares de luxo à italiana
Salvatore Loi recebe Niko Romito, três estrelas Michelin, para duas noites exclusivas
Rosbife no pão
Festival de padaria paulistana serve sanduíches com a carne assada
Produtos saudáveis online
Novo site de delivery de receitas sem glúten, lactose e conservantes
Mais Lidas
8 Restaurantes-emprios
A moda pegou: casas polivalentes se multiplicam em São Paulo
11 verses de romeu e julieta
Queijo e goiabada não saem de moda como provam chefs e casas paulistanas
Austrlia convida
Para bombar no cenário gastronômico mundial país chama 80 personalidades
Comida  arte
Com cara de esculturas, pratos criados por artista plástica resgatam a história da alimentação no Brasil
Feriado foodie
Com entrada franca, cinco eventos reúnem comidinhas e atrações culturais
Comida de bistr embalada a vcuo
Nova butique paulistana vende menu francês para ser finalizado em casa