/ Cozinhar
Saboroso e faz bem: aprenda como cozinhar o grão-de-bico
Publicado em 13/06/2012 17:00:34

Grãos-de-bico em imagem do livro "Menu del Dia", de Rohan Draft / Reprodução

por Marianne Piemonte


Não bastasse ser bom, ele também pode te fazer mais feliz. Ainda muito mais utilizado na Europa do que por aqui, o grão-de-bico é conhecido na cultura árabe como o “grão da felicidade”, por conter triptofano, substância que aumenta a serotonina. É ele o neurotransmissor responsável pela sensação de bem estar, prazer e bom humor. Outro importante benefício: ele tem mais ferro (veja tabela abaixo) do que seus pares, ervilha e feijão por exemplo.

Difícil, principalmente no inverno, não sentir esse bem estar diante de uma caçarola de puchero, a versão espanhola do cozido português, que leva o grão, carnes, embutidos e legumes. A argentina Mercedes Ezcurra, mãe do dono do Estación Sur, é filha de bascos e trouxe da terra dos pais a receita que ela faz todo mês de julho e agosto no restaurante. Ela conta que as carnes não devem ser as chamadas "nobres" e sim as mais rijas para aguentar o tempo de cozimento no puchero, a caçarola alta que dá origem ao nome do prato.

A chef Janaina Rueda, do bar Dona Onça, conta que na Espanha o grão substitui a batata e o arroz. A sugestão dela é cozinhá-lo de maneira simples, apenas com água e cubos de cenoura. Para acompanhar, sugere um arroz soltinho e linguiça frita. Dessa forma, ele é um ótimo substituto para o feijão.

Puchero do Bar da Dona Onça, de Janaina Rueda / Imagem: Divulgação

Complicado será ficar na porção recomendada pelo nutricionista Bianca Giuliano, da consultoria HealthChoice. Ela sugere duas colheres de sopa do grão-de-bico, três vezes por semana, para se obter os benefícios do alimento. Calórico, o grão soma 184 calorias a cada quatro colheres rasas, sendo uma ótima fonte de energia.

Falafel, de origem árabe, é feito com grão-de-bico processado cru / Imagem: Divulgação

O grão-de-bico pode ser usado em forma de ensopados, saladas, sopas e purês. Janaina Rueda mistura uma batata cozida e amassada ao grão cozido e processado para acompanhar peixe, cordeiro ou carne. Já a chef Anna Elisa de Castro, que fez um intensivo de raw food no The Natural Gourmet Institute for Health and Culinary Arts, em Nova York e apresenta o programa “Sem Tempero Não Dá”, na Chef TV, costuma deixar o grão de molho por 12 horas na geladeira, escorrer e processá-lo cru.

Depois, acrescenta temperos, como tahine, enrola a massa em formato de bolinhas e leva ao forno. O resultado é o falafel, de origem árabe, que pode usado em sanduíches de pão sírio ou servido com salada.

Janaina Rueda deixa o grão-de-bico 12 horas de molho / Imagem: Divulgação

Economia de tempo


Para preparar o grão, Janaina Rueda diz que gosta mesmo é de deixá-lo de molho por 12 horas e depois levá-lo para a pressão por mais 25 minutos. “É mania de dona de casa”, brinca. Colocar direto na pressão também pode,  mas deve levar cerca de 40 minutos para ficar pronto. “Mas o caldo fica mais ralo. Quanto mais hidratado e lento o cozimento, mais ele libera um pouco do amido que deixa o caldo mais grossinho e suculento”, ensina Janaina.

A escolha do grão é outro segredo. Dona Mercedes conta que quanto mais claros, mais novos são e cozinharão mais rápido. Não há problema nenhum em comprar os mais escuros, eles apenas levarão mais tempo de molho, porque ficam ressecados com o tempo.

 

Outra dica: experimente apertar levemente o grão antes colocá-lo na panela - ele deve estar um pouco mais mole. Se ainda estiver rígido, deixe de molho por mais uma hora e faça o teste novamente. Importante: não há explicação científica, mas se forem cozidos com a água do molho o grão fica indigesto. Nisso, todos os chefs concordam, deve-se jogar fora a água do molho e colocá-lo na panela em nova água.

 

Coloca (mais) água no grão


Como o feijão, o grão-de-bico costuma ser temperado depois de cozido, em uma panela à parte. Durante o cozimento, pode-se acrescentar vegetais ou embutidos, como linguiça curada, o que dará mais sabor. Para engrossar o caldo, a sugestão é amassar um pouco do grão cozido na panelinha que estão os temperos, com as costas de uma colher de pau, por exemplo. Depois, incorpore a mistura temperada à panela com o caldo.


Para quem é inciante no trato com o grão, Janaina sugere as seguintes medidas: para 250g de grãos, use 1,5 litro de água para receitas com caldo. Para saladas ou purê, experimente 250g para 1 litro de água. Se sobrar água após o cozimento para as receitas secas, escorra e siga em frente.

Purê de grão-de-bico acompanha peixes e carnes / Imagem: Divulgação


Mais motivos para usar grão-de-bico
 
Benefícios

- Reduz o risco de fraqueza e anemia
- Combate a depressão
- Mantém a saúde do coração
- Evita a perda de massa óssea
- Ajuda no tratamento de reposição hormonal
 
Grãos poderosos
Quantidade de proteína em cada 100g de grãos:


Grão-de-bico 22g
Ervilha 23g
Feijão carioca 26g
 
Superastral
Quantidade de triptofano a cada concha:


Grão-de-bico 0,28g
Ervilha 0,06g
Feijão carioca 0,17g
 
Ferro

Cada 100g contém:


Grão-de-bico 8g
Ervilha 6g
Feijão 11g

 

Receitas com grão-de-bico:

Homus

Puchero

Bacalhau grelhado com purê de grão-de-bico e chouriço

Falafel

Pastel doce recheado com grão-de-bico e frutas secas com calda de mel

 

Veja também:


Os truques dos especialistas e receitas para variar no brownie

Jantar de cinema: pratos que fizeram fama nas telonas

Delícias para servir um café da manhã na cama

 

 


 

Escreva para redacao@basilico.com.br

Veja outras notícias do Basílico

BasilicoEnvie esta notícia | Basilico Versão para impressora

Compartilhe

Facebook | Twitter | Digg | Del.icio.us | Yahoo! Buzz | Linkedin

Myspace | Reddit

Simple Tabs with CSS & jQuery

Vinhos para os dias mais quentes - Alexandra Corvo

Saiba cada vez qu o Basilico for atualizado assinando o RSS abaixo:

- Notcias - Cozinhar
- Comer - Beber
- Fumar - Viagem
- Cultura - Comprar
- Colunas - Blogs
- Especiais - Guia Josimar
- Mercado - Arquivo
- S.O.S  

* O Rss é uma forma de facilitar o acesso a uma quande quantidade de informações. Assinando um RSS você é avisado cada RSS você é avisado cada vez que o site costuma acessar for atualizado.

Para compartilhar o conteúdo deste site ou mesmo adicionar em seus favoritos, basta utilizar as ferramentas abaixo.


Ainda não possui cadastro?

NOTÍCIAS
Colômbia no prato
Até domingo cevichería paulistana traz especialidades do país
13° Festival Gastronômico de Búzios
Evento noturno acontece até 26 de julho
Semana do queijo mineiro
Aulas e degustações celebram a produção queijeira de Minas
Bailinho à francesa
Nesta sexta, evento comemora Queda da Bastilha em São Paulo
Novidades em rotisserias
Casas paulistanas em Pinheiros, Paraíso e Itaim investem em boas massas
Novo livro de Heloisa Bacellar
Brasil à Mesa traz ótimas receitas para o dia a dia
Mais Lidas
Estao das sopas
Tem versão pronta para ser provada e também para ser feita em casa
Batidos e incrveis
Milk-shakes tentadores surgem em São Paulo
Colmbia no prato
Até domingo cevichería paulistana traz especialidades do país
13 Festival Gastronmico de Bzios
Evento noturno acontece até 26 de julho
Uma dcada de Piselli
Restaurante italiano festeja com menu especial
Novas brigadeirices
Na colher ou enrolado, casas lançam versões do docinho